Páscoa, tempo de recomeçar!



Durante este mês de abril, ouvimos histórias que nos fizeram refletir um pouco mais sobre a vida. Histórias de carinho, serviço, partilha e amor. Estas histórias nos apresentavam a vida de Jesus. Aprendemos alguns valores muito importantes para nossa vida, como por exemplo: a amizade, a solidariedade, o bem, a união e a doação.
A partir dos gestos de Jesus, próximo à sua paixão, refletimos sobre o tema da campanha da fraternidade/2015: Fraternidade, igreja e sociedade com o lema: Eu vim, para servir!  ((Mc 10,45). Refletimos, também, sobre servir ou estar a serviço? De acordo com madre Tereza de Calcutá, Cristo está presente naqueles de quem ninguém precisa, ninguém emprega, ninguém cuida, naqueles que têm fome, estão nus, não têm lar. Estes parecem inúteis ao estado e à sociedade; ninguém tem tempo para lhes dar. Compete-nos como cristãos, dignos do amor de Cristo, procurá-los, ajudá-los. Eles estão lá, para que os encontremos.  
Ainda que as crianças tenham uma convicção da páscoa, em seu real significado, é comum que algumas apresentem, em suas falas, conceitos sobre a páscoa, referindo-se a coelho e ovos de páscoa, de acordo com a influência da mídia. Assim sendo, tomamos os exemplos de doação deixados por Jesus, para compreendermos sua redenção, na cruz, por nós. Conversamos sobre o verdadeiro sentido da páscoa e o que, de fato, coelhos e ovos representam, pois simbolizam a vida nova que surge, que nos é proposta através do gesto de Jesus que, ao morrer, nos livrou do pecado, findando, assim, o homem velho e ressurgindo o homem novo.
Desse modo, em preparação para a páscoa de Jesus, relembramos seus passos: chegada à Jerusalém; festa dos ramos; o lava-pés; a última ceia; a via sacra e a ressurreição. Em cada gesto de Jesus, repensamos as nossas atitudes e buscamos possibilidades para recomeçar, corrigindo e mudando os nossos pensamentos e o nosso jeito de ser. Conhecemos, então, um Jesus mais próximo, mais humano, que teve amigos, que chorou, que teve medo, que rezou. Conhecemos, também, a divindade deste homem que foi capaz de vencer a morte para nos salvar.
Na oportunidade, glorificamos a ressurreição de Jesus, em um simples momento de celebração da páscoa! Com alguns símbolos, cantamos, rezamos e pedimos perdão, comprometendo-nos a viver a páscoa, todos os dias.

Professoras: Tamiles Santos e Taynara Myclos







Compartilhe:

Postar um comentário

 
Copyright © Colégio Franciscano Imaculada Conceição. Designed by OddThemes