Laboratório como ferramenta de aprendizagem





Os estudantes do ensino fundamental II realizam, semanalmente, atividades no laboratório de ciências, como parte do currículo escolar. Essas atividades têm como principal objetivo comprovar os estudos em sala de aula, permitindo o levantamento de hipóteses, compreensão e assimilação com a teoria.
Independentemente do tipo de experimentação realizada, a busca é por uma atividade investigativa e cooperativa, o que conduz a uma aprendizagem significativa, com construção de ideias, atitudes e reflexão.

 
 No ensino da experimentação, muitas vezes o educando precisa se mobilizar para buscar o problema proposto, pensando, agindo, interferindo e questionando, exigindo, assim uma postura autônoma e ativa, deixando de ser, apenas, um observador. Entretanto, em uma aula experimental, nem sempre o grupo chegará à solução do problema, e o que se deve levar em conta é o processo de aprendizagem e o desenvolvimento do raciocínio dos educandos.
Desse modo, o trabalho prático ou experimental consegue alcançar objetivos de aprendizagem que outros métodos não conseguem. Os trabalhos são discutidos com os estudantes, para que não se tornem atividades vazias ou uma sequência de receitas.
A experimentação realizada pelos alunos dos 6o ao 9o anos é uma ferramenta utilizada como mais uma opção no processo de aprendizagem. 

Gláucia Costa Araújo Gaiotti

Compartilhe:

Postar um comentário

 
Copyright © Colégio Franciscano Imaculada Conceição. Designed by OddThemes